Ijuí - Escola Ruyzão - Geografia - Ver o mundo com um outro olhar ... Venha comigo!

EXERCÍCIOS


Exercício de fixação e revisão dos conteúdos

Faça cada questão com concentração e para aprofundar o assunto, pesquise no teu material ou mesmo na internet.

1) A revolução técnico-científica e informacional produzida no século XX, a qual se estende aos nossos dias, trouxe profundas mudanças aos sistemas de produção e às relações de trabalho que incidem diretamente sobre a organização do espaço geográfico. Acerca das novas formas de relações de trabalho, é possível afirmar, corretamente, que:

a) nos países desenvolvidos, com o grande avanço tecnológico, o desemprego foi reduzido e os sindicatos foram fortalecidos, respondendo aos interesses trabalhistas.
b) o sistema de flexibilização da produção (modelo toyotista), que acarretou mudanças nas relações de trabalho, aplica-se apenas à indústria japonesa.
c) o regime de trabalho permanente nas empresas industriais e de serviços ampliou-se, e foram fortalecidos os direitos sociais dos trabalhadores.
d) a terceirização tem sido utilizada pelas empresas como uma das formas de flexibilização das relações de trabalho.
e) a substituição progressiva do trabalho humano pelo informatizado foi restrita aos setores agrário e industrial.

2) A dinâmica ambiental se expressa pelo comportamento dos elementos da natureza, bem como pelos aspectos socioeconômicos da sociedade.
Sobre o assunto, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.
( ) A relação entre a sociedade e a natureza forma um conjunto fundamental para a compreensão das análises socioambientais do espaço geográfico.
( ) O processo de desmatamento pode ocasionar o rompimento do ciclo hidrológico, a perda do solo pelo processo erosivo bem como alterações no comportamento das variáveis climáticas.
( ) Como agente de transformação das relações entre os homens e destes com a natureza, a industrialização implicou a urbanização baseada na defesa ambiental, implementando medidas antipoluidoras e protecionistas.
Assinale a sequência correta.
a) V, V, V
b) F, F, V
c) F, V, V
d) V, V, F
e) V, F, F

3) Leia o texto:
Desdobramento da expansão comercial e marítima dos tempos modernos, a colonização significava a produção de mercadorias para a Europa, naquelas áreas descobertas em que as atividades econômicas dos povos "primitivos" não ofereciam a possibilidade de se engajarem em relações mercantis vantajosas aos caminhos do desenvolvimento capitalista europeu. Assim, passava-se da simples comercialização de produtos já encontrados em produção organizada, para a produção de mercadorias para o comércio.

NOVAIS, Fernando. Portugal e Brasil na crise do Antigo Sistema Colonial, p.73.
Nesse texto, o autor descreve:
a) a integração de áreas do território americano ao mercado europeu, a partir do século XVI.
b) as relações econômicas entre a Europa Ocidental e a Europa do Leste, no século XVI, quando prevaleceu o capitalismo comercial.
c) as diferenças entre a colonização da América e a da África.
d) a organização, na Ásia, do Antigo Sistema Colonial.
e) a incorporação dos povos indígenas ao capitalismo europeu.

4) O BRAZIL quem USA sou EEUU
Essa frase, retirada de um grafite de parede de uma cidade brasileira, é uma crítica:
a) à crise nas escolas públicas brasileiras.
b) ao alto índice de analfabetismo da sociedade.
c) à obrigatoriedade do ensino do Inglês nas escolas.
d) à influência da cultura norte-americana no Brasil.
e) ao excessivo número de filmes norte-americanos na televisão.

5) O geógrafo Milton Santos propôs uma periodização para o espaço geográfico brasileiro, segundo uma sequência histórica de três meios geográficos: o "meio natural", o "meio técnico" e o "meio técnico-científico-informacional".
Em relação aos meios geográficos, considere as proposições a seguir:

I. O "meio natural" é caracterizado pela importância da natureza nos processos produtivos, pela reprodução da economia através da extensão horizontal da ocupação do território, pela fraca divisão social do trabalho. Foi dominante no Brasil até a segunda metade do século XIX.
II. O "meio técnico" expressa a introdução, no país, das inovações produzidas pela Revolução Industrial, não só estendendo o espaço construído como fazendo-o crescer verticalmente, multiplicando e adensando áreas de concentração de atividades e de população. É acompanhado por uma maior divisão funcional e social do trabalho.
III. O "meio técnico-científico-informacional" inicia-se nos anos 1970/80.
Expande-se o espaço virtual, transmitindo as imagens dos eventos em tempo real para todos os lugares.
A informatização introduziu novas formas de produzir e criou o suporte técnico necessário para a globalização.
Podemos aceitar como correta(s) a(s) proposição(ões):
a) I, apenas.
b) I e II, apenas.
c) I e III, apenas.
d) II e III, apenas.
e) I, II e III.

6) Numere a 2ª coluna ( influência) de acordo com a 1ª ( fatores do clima):-

1. Latitude                        ( ) facilita ou dificulta a penetração das massas de ar
                                            para o interior e também influi na temperatura.
2. Altitude                         ( ) origina clima mais quente ou mais frio ao longo
                                             dos litorais, em diferentes latitudes.
3.Proximidade do mar        ( ) condiciona o comportamento das temperaturas,fazendo-as               
                                            decrescer a medida que aumenta a distância do Equador.
4. Correntes Marítimas        ( ) determina a maior ou menos amplitude térmica
                                            dos lugares.
A seqüência correta é:-

a) 3, 2, 4, 1
b) 2, 4, 1, 3
c) 4, 3, 2, 1
d) 2, 1, 3, 4
e) 1, 2, 3, 4

7) Observe a tabela abaixo e indique a(s) alternativa(s) correta(s).
 Países Selecionados                    População Ativa População Inativa

Suécia                                                       52,3% 47,7%
Japão                                                        52,2% 47,8%
Brasil                                                         43,2% 56,8%
Congo                                                        31,1% 68,9%
Bangladesh                                                  28,0% 72,0%
 Fonte: VESENTINI, J. W. Sociedade e espaço: geografia geral e do Brasil. 37. ed. São Paulo: Ática, 1996. p. 224.
Dados Básicos: International Labor Office. Yearbook of Labor Statistics, 1995.

A) Os países subdesenvolvidos apresentam maior percentual de população inativa, o que se deve, em grande parte, às suas altas taxas de natalidade.
B) As estatísticas oficiais, por buscarem a comparabilidade internacional dos dados, superestimam em certa medida a população inativa dos países subdesenvolvidos, visto que o conceito de população inativa exclui os menores de 14 e os maiores de 65 anos, quando se sabe que a pobreza obriga muitas crianças e idosos a trabalhar.
C) Para tornar mais precisas as estatísticas de população inativa, os institutos de pesquisa incluem os desempregados nessa categoria.
D) Em países como o Brasil, grande parte da população ativa está ocupada no mercado de trabalho informal ou desempregada, em decorrência também do fato de que a mecanização da agricultura libera um contingente de mão-de-obra que não é inteiramente absorvido pelas atividades urbanas do setor formal.
E) A posição intermediária ocupada pelo Brasil na tabela reflete um processo de transição demográfica ainda em curso, resultante do desenvolvimento alcançado pelo país nas últimas décadas.
São corretas as alternativas:
A) A, B, D, E
B) A, C, d, E
C) somente A, B, C
D) somente C, D, E

8) Analise as assertivas abaixo que explicam o crescimento demográfico de um país.
I-O crescimento natural ou vegetativo, que significa a diferença entre o número de pessoas que nascem (natalidade) e o número dos que morrem (mortalidade).
II-O saldo migratório, que significa a diferença entre o número de pessoas que entram no país (imigrantes) e o número dos que saem (emigrantes).
III-A evolução da força de trabalho, que significa a diferença entre a população economicamente ativa e a população inativa.

Assinale a alternativa correta.

A) Apenas I é verdadeira.
B) Apenas I e II são verdadeiras.
C) Apenas I e III são verdadeiras.
D) Apenas II e III são verdadeiras.
E) Todas são verdadeiras

9) Assinale V ou F nas alternastivas abaixo:
(  ) A divisão bipolar da Guerra Fria foi substituída por uma nova lógica que é eminentemente econômica; assim o mundo passou a ser dividido em dois conjuntos de países: os desenvolvidos, liderados pelo G7, concentrados sobretudo no hemisfério norte e a periferia, formada por países subdesenvolvidos, localizados, principalmente no hemisfério sul.
(  ) A multipolaridade que revela ao mundo três grandes núcleos de decisão foi substituída pela unipolaridade: Japão e União Européia, em crise econômica desde os anos de 1990, perderam força e poder econômico e geopolítico, enquanto os Estados Unidos, com crescimento econômico acelerado tornou-se líder absoluto, assumindo mais de 50% do comércio mundial.
(  ) Na nova ordem mundial surgiram blocos econômicos, que a exemplo do Mercado Comum Europeu, reúnem países para desenvolver atividades econômicas e financeiras em conjunto. O Nafta, na América do Norte, a Apec, na Ásia, reúnem países desenvolvidos que passaram a apresentar intensa atividade que permite a livre circulação de mercadorias, capitais e pessoas entre as fronteiras do bloco.
(  ) Dentre os países do Sul, alguns deles começaram a assumir posições de destaque, seja pelo parque industrial, seja pelo volume de exportações; esse grupo passou a ser chamado de emergente. China, Índia, África do Sul e Brasil, embora com níveis de crescimento diferentes, estão nesse grupo.
(  ) A nova ordem mundial não foi capaz de alterar as relações econômicas existentes durante a Guerra Fria. Ainda persistem relações de troca desiguais entre os novos conjuntos Norte e Sul, pois os países mais pobres da periferia continuam exportando matérias-primas de baixo valor para os países ricos do Norte.

A sequência dverdadeira é:
a) V V V F F
b) F F F V V
c) V F F V V
d) F V F V F

10) Sobre a Revolução Industrial a alternativa FALSA é:
a) Dos sérios problemas sociais do proletariado originou-se o socialismo.
b) Crescente urbanização, ocorrendo uma série de problemas sociais ocasiona dos pelo êxodo rural, em alguns países.
c) Configuração de duas classes básicas na sociedade: a burguesia industrial dominante e o proletariado (trabalhadores assalariados).
d) Teve início o mercantilismo, responsável pelo imperialismo sobre a África, Ásia e América Latina.
e) Desenvolveu-se a produção em massa, como também uma grande divisão do trabalho.

 GABARITO:
1- D
2- D
3- A
4- D
5- D
6- B
7- A
8- B
9-C
10- D


  


MUNDO BIPOLAR


01. A bipolarização das nações do globo, após a Segunda Grande Guerra, sob o ponto de vista político e principalmente militar, deu origem ao fenômeno denominado:
 a) Mercado Comum Europeu e Conselho de Assistência Econômica Mútua;
 b) Guerra Fria;
c) Detente;
d) Guerra de Posição;
e) Nova Política Econômica (NEP).
 Resposta: B


 02. A bipolarização do mundo em dois blocos de poder, liderados pelas duas superpotências, EUA e antiga URSS levou os EUA depois da Guerra a liderarem e financiarem os “cordões sanitários” americanos, isto é, as alianças militares de contenção ao socialismo em nível mundial. Daí a formação da OTAN para impedir a expansão socialista na Europa Ocidental e da OTASE:
 a) no sudeste asiático
 b) na América do Sul
c) na Oceania
d) na Europa Oriental
e) na África
 Resposta: A


 03. (CESGRANRIO) Algumas empresas de países capitalistas buscam acordo entre si visando a controlar a produção e, principalmente, os preços no mercado. A esse tipo de integração denominamos:
 a) truste
 b) cartel
 c) “holding”
 d) “pool”
 e) conglomerados
 Resposta: D


 04. (VUNESP) No fim da década de oitenta e início dos anos noventa a bipolaridade mundial declinou; da polaridade ideológica e militar leste/oeste passou-se para a econômica norte/sul. Isto significa dizer que atualmente há uma oposição entre:
 a) O oeste rico e industrializado e o leste pobre e agrário.
 b) O oeste pobre e agrário e o sul rico e muito industrializado.
c) O leste pobre e agrário e o norte rico e industrializado.
 d) O sul rico e industrializado e o norte pobre e agrário.
 e) O norte rico e industrializado e o sul pobre e em processo de industrialização.
 Resposta: E


 05. (VUNESP) A ordem geopolítica bipolar, que se desagregou quase que totalmente nos últimos anos, cede lugar a uma nova ordem:
 a) multipolar
b) sem pólos ou centros de decisão
 c) monopolar
d) neonazista
e) apolítica
 Resposta: A


 06. "A urbanização é, sem dúvida, a principal transformação social do nosso tempo. Em 1800, apenas 3% da população mundial vivia nas cidades. De 1950 até a virada do século XXI, a população urbana no mundo terá quadruplicado." A maior contribuição para esse aumento será dada pelos países:
 a) capitalistas subdesenvolvidos no Hemisfério Norte;
 b) capitalistas subdesenvolvidos;
 c) socialistas de economia agrícola;
d) socialistas de economia industrial;
e) socialistas da África e da América Latina.
 RESPOSTA: B


 07. Em 1949 foi fundada em Washington uma organização militar que atualmente congrega países de três continentes. Esta organização militar fez oposição a uma outra que foi criada em 1955 na Polônia e que congregava países socialistas como URSS, Polônia, RDA, Bulgária, Hungria, Romênia e Tchecoslováquia. As organizações militares referidas nos textos são, respectivamente:
 a) Pacto de Varsóvia e Comecon
b) Otan e MCC
c) Associação Européia do Livre Comércio e Comecon
d) Otan e Pacto de Varsóvia
 e) Organização das Nações Unidas e Cortina de Ferro
 RESPOSTA: D


 08. Caracterizam os países subdesenvolvidos, exceto:
 a) baixo consumo de energia elétrica;
 b) elevadas taxas de natalidade;
c) grande crescimento populacional;
d) predominância da população economicamente ativa no setor secundário e terciário;
e) predomínio de matérias-primas nas exportações.
 RESPOSTA: D


 09. (VEST - Rio) Cortando fronteiras com capital e tecnologia, as multinacionais otimizam mercados, recursos naturais e políticos em escala mundial. Uma nova forma de acumular lucros, uma nova divisão internacional do trabalho. KUCINSKI, Bernardo. O que são multinacionais
A nova divisão internacional do trabalho apresentada no texto tem como causa a seguinte atuação das multinacionais:
 a) aplicação de capitais em atividades agropastoris nos países periféricos;
 b) implantação de filiais em países de mão-de-obra barata;
 c) participação em mais de um ramo de atividade;
 d) importação de matérias-primas do 3° mundo;
 e) exploração de novas fontes de energia.
 RESPOSTA: B


 10. (UFF) "Alguma coisa está fora da ordem
 Fora da nova ordem mundial.
Alguma coisa está fora da ordem
 Fora da nova ordem mundial."
Caetano Veloso
 Como sugere o poeta , os acontecimentos que marcaram a "nova ordem" econômica e política mundial apresentam também os seus reversos, ameaçando essa mesma "ordem". Está entre as "coisas fora de ordem" que contradizem o novo ordenamento mundial, pretendido pelas grandes potências:
 a) o término da Guerra Fria e a unificação das duas Alemanhas;
 b) a formação dos megablocos econômicos e as pressões norte americanas sobre o GATT;
c) a unificação da Europa e a crise do estado do Bem-Estar Social nos países capitalistas;
d) a guerra civil na antiga Iugoslávia e o crescimento de movimentos étnicos-nacionais;
 e) o reforço dos elos comerciais entre os três centros econômicos: EUA, CEE e Japão.

RESPOSTA: D



GEODEMOGRAFIA


01) PUC RIO 2006 - Desde a década de 1970, as transformações ocorridas na estrutura produtiva dos países mais industrializados vêm alterando a dinâmica social e econômica mundiais. Sobre essas alterações analise as afirmativas a seguir:


I - os países centrais estabelecem barreiras rigorosas aos fluxos migratórios procedentes dos países periféricos;
II - as indústrias de ponta substituem cada vez mais o aço e o cobre pelos chamados novos materiais;
III - os processos produtivos robotizados utilizam equipamentos de propósitos múltiplos e versáteis;
IV - as mudanças na organização do trabalho vão substituindo as práticas do modelo fordista/taylorista;
V - os agrupamentos de países em blocos econômicos diluem os controles territoriais dos Estados nacionais.

Assinale a alternativa correta.
a) Apenas as afirmativas I, III e V estão corretas.
b) Apenas as afirmativas II, III e IV estão corretas.
c) Apenas as afirmativas I, II e IV estão corretas.
d) Apenas as afirmativas II, IV e V estão corretas.
e) Todas as afirmativas estão corretas.

02) UFPE 2006 - O Relatório do Desenvolvimento Humano da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado neste ano de 2005, revela diferenças alarmantes de IDH (Índice do Desenvolvimento Humano), entre os vários países do mundo. Países africanos, em geral, - como o Níger (0,281), Moçambique (0,379), Nigéria (0,453) - apresentam valores muito baixos, enquanto países como Noruega (0,963), Austrália (0,955), EUA (0,944) e Japão (0,943), por exemplo, apresentam valores elevados de IDH. A respeito deste assunto, pode-se afirmar que:
(    ) índices de IDH mais altos estão quase sempre no Hemisfério Norte.
(    ) enormes reservas minerais, tais como o petróleo, asseguram altos índices de desenvolvimento humano para os países que as contêm.
(    ) as potências atômicas todas apresentam os mais elevados índices de IDH.
(  ) as diferenças contrastantes de IDH entre a África, por exemplo, e a Europa, e a persistente reprodução destas desigualdades, não têm relações histórico-causais com as interações espaciais ou geográficas que se desenvolveram nos quadros do Colonialismo Europeu, uma vez que os EUA, o Chile, o Uruguai e a Argentina, por exemplo, são ex-colônias.
(   ) os mais elevados índices de desenvolvimento humano correspondem a países cujas geografias políticas caracterizam-se pelo elevado controle do Estado, com líderes vitalícios, pois isto evita a descontinuidade no planejamento do desenvolvimento e das melhorias sociais para toda a população.

03) UFLA 2006 Uma análise recente do comportamento da população mundial tem demonstrado duas evidências: a primeira é a diminuição da taxa de fecundidade global (o número de filhos que uma mulher tem ao longo de sua vida); a segunda evidência é a elevação da expectativa de vida da população, o que significa na prática que as pessoas estão efetivamente vivendo mais no planeta e isso vale para as pessoas dos países mais pobres (50 para 67 anos), dos países mais ricos (76 para 86 anos) e dos países menos desenvolvidos (63 para 73 anos).
Em termos populacionais, a relação entre as evidências: elevação da expectativa de vida e redução dos níveis de fertilidade gera:
a) o aumento do número de idosos.
b) a diminuição das taxas de natalidade.
c) o aumento das taxas de mortalidade infantil.
d) o aumento das médias de densidade demográfica.
e) o aumento da base da pirâmide etária.


04) PUC RS 2006 - O mundo apresenta redes de mobilidade populacional que transcendem fronteiras internacionais em busca de melhores condições de vida. Nesse deslocamento, pode-se afirmar corretamente que

a) na América do Sul, os imigrantes que chegaram nas duas últimas décadas são representados por refugiados políticos e por japoneses que vêem nas áreas metropolitanas melhores condições de vida do que no seu país.

b) todos os países da América do Norte apresentam excelentes possibilidades econômicas para os imigrantes, continuando válida a idéia de "fazer a América".

c) são dos países africanos a maioria dos imigrantes que chegam atualmente ao Brasil para trabalhar nas indústrias da Grande São Paulo.

d) a busca dos melhores salários oferecidos pelos países produtores de petróleo atrai ao Golfo Pérsico muitos trabalhadores da Índia e de outras nações.

e) a porcentagem de população estrangeira na Austrália é superior à dos Estados Unidos, devido à proximidade com a África e à estabilidade econômica e política do país.


05) UFPE 2006 As cidades no mundo vêm apresentando, desde os meados do século, e particularmente nas últimas décadas, significativas mudanças na sua forma (morfologia). Fatos que representam, influenciaram ou estão associados a estas mudanças, são:
(    ) a disseminação do uso do transporte individual automotivo, requerendo vias largas e amplas áreas de estacionamento.
(   ) a presença das grandes estruturas do varejo, denominadas Shopping Centers, que passaram a competir com os tradicionais "centros" das cidades que, em muitos casos, entraram em decadência.
(   ) o desenvolvimento das vias de contorno (perimetrais), na circulação urbana das médias e grandes cidades, vias estas ligando os subúrbios espalhados e revelando a crescente importância de outros roteiros de deslocamento dentro da cidade, para trabalho, compras, serviços etc. que não aqueles deslocamentos radiais da população em direção ao centro.
(   ) a formação dos corredores de serviços e comércio, seja nas vias radiais seja nas de contorno, como espécies de centros alongados, que competem com o velho centro e pressupõem uso amplo do transporte individual.
(    ) a criação de secções ou zonas funcionais nas grandes cidades - fora do centro tradicional mas beneficiadas por acesso - com concentração de serviços, como saúde, finanças, seguros, consultorias, imobiliárias, escritórios de firmas em geral, transportadoras, serviços etc.

06) UNIFESP 2006 - Este conceito foi criado na década de 1960 para explicar a formação de uma grande área urbanizada, que se estende por mais de uma metrópole. Trata-se da
a) urbanização acelerada, verificada em países de passado colonial e agrícola.
b) favelização, que afetou países com elevada concentração de renda, como a Índia.
c) periferização, na qual as classes abastadas moram em condomínios fechados.
d) megalopolização, como ocorreu em países como Estados Unidos e Japão.
e) desindustrialização, situação encontrada no nordeste da França.

07) UFG 2006 - A urbanização dos países subdesenvolvidos constitui um fenômeno marcante da segunda metade do século XX. As características desse fenômeno, na América Latina, expressas na paisagem urbana das metrópoles, são decorrentes da
a) instalação de indústrias de bens de produção nos arredores das pequenas cidades e próximas às fontes de matéria-prima.
b) industrialização tardia e da modernização das atividades agrícolas, conjugadas à concentração de pessoas nas grandes cidades.
c) aglomeração humana e do aumento do poder aquisitivo da população, favorecidos pela expansão do capital financeiro na economia.
d) inovação tecnológica e do aumento da produtividade das indústrias de bens de consumo, para suprirem as necessidades da vida urbana.
e) implementação de parque industrial e da regulação, por meio do planejamento governamental, de deslocamentos populacionais para as cidades.

08) UFPR 2006 - Na Geografia, o termo "polarizar" significa atrair, influenciar, fazer convergir para si. Assim, para que uma determinada área possa exercer as funções de pólo, precisará concentrar um número considerável de atividades e recursos capazes de influenciar processos que ocorrem em outras áreas. Com base no texto e nos conhecimentos de Geografia, assinale a alternativa INCORRETA.
a) O poder de polarização de uma cidade está associado ao tamanho de sua população.
b) A implantação de indústrias numa cidade pode ampliar o poder polarizador dela ao atrair novos investimentos industriais e criar encadeamentos produtivos com indústrias de outras cidades.
c) No contexto da globalização, o poder polarizador das grandes metrópoles faz com que elas assumam a função de elos privilegiados entre as economias nacionais e o exterior.
d) A polarização faz com que a população de alta renda empregada na indústria e nos serviços resida nas metrópoles, enquanto que a pobreza se localize nas pequenas e médias cidades não metropolitanas.
e) A presença de cidades com forte capacidade de polarização é essencial para a articulação da rede urbana, motivo pelo qual essa rede é menos estruturada nas regiões pouco desenvolvidas.

09) UFPEL 2006 O processo contemporâneo de urbanização tem produzido uma série de espaços característicos, que evidenciam as transformações sociais. A rede urbana é um sistema de cidades formado pela conexão dos sistemas de transporte e das comunicações entre cidades, por onde ocorre o fluxo de pessoas, mercadorias, informações e capitais.
Assim, nos diferentes países e regiões do mundo, podem ser observados, por exemplo, espaços como os caracterizados a seguir.
I. Conjunto de cidades conurbadas ligadas pela expansão da periferia da malha urbana, nas quais se observa um município-núcleo.
II. União entre duas ou mais metrópoles, com integração do fluxo de pessoas, capitais, informações, mercadorias e serviços.
III. Cidades que são sedes de importantes empresas com grande tecnologia, conectadas aos fluxos do espaço mundial.
IV. Cidades ou aglomerações com mais de 10 milhões de habitantes.

Com base em seus conhecimentos e nas informações anteriores, é correto afirmar que os espaços acima se referem, respectivamente, a
a) conurbação, megalópole, metrópole nacional e cidades globais.
b) metrópole, região metropolitana, cidades globais e megalópole.
c) metrópole, megalópole, cidades globais e megacidades.
d) megalópole, cidades globais, capitais nacionais e metrópole.
e) região metropolitana, conurbação, capital regional e megacidades.

10) UFC 2006 - Os riscos que o crescimento demográfico representa para a humanidade são diferenciados. Dependem dos interesses econômicos, do desenvolvimento social e das políticas internas que os diferentes países adotam para controlar a natalidade e a dimensão das famílias. Acerca dos riscos das diferentes formas de crescimento demográfico, e das intervenções dos governos para evitá-los, é possível afirmar, corretamente, que:
a) as altas taxas de natalidade aliadas à redução da mortalidade ocasionam a explosão demográfica manifestada, em especial, entre os países mais desenvolvidos.
b) os baixos índices de natalidade, associados à elevada mortalidade decorrente do envelhecimento da população, ocasionam as implosões demográficas, típicas de países ricos.
c) a redução da natalidade, motivada pelas políticas demográficas, em médio prazo leva à carência de mão-de-obra, ocasionando graves prejuízos à economia dos países onde ocorre.
d) a atual redução do crescimento populacional em áreas marginais aos rios e mares decorre do risco de furacões, enchentes e inundações a que estas áreas estão sujeitas.
e) a queda da mortalidade resulta da melhoria do padrão de vida das populações, mas ocasiona o crescimento demográfico que resulta em desemprego e déficit habitacional. 

11) FGV 2006 - Um companheiro morto, 6 horas enclausurado dentro de um caminhão sob o sol do deserto e mais 8 dias preso em cadeias americanas sem falar inglês. Esse é o saldo da desastrada jornada de um grupo de 29 imigrantes brasileiros rumo ao sonho americano, com escala na fronteira mexicana.("Folha de S.Paulo", 16.07.2004)
O depoimento do brasileiro deportado para o Brasil e seus conhecimentos sobre as migrações internacionais permitem afirmar que
a) a maior parte dos países da União Européia e mesmo o Japão têm dado mostras de que a imigração é fundamental para a renovação da mão-de-obra, pois já se deram conta de que suas populações tendem ao envelhecimento, fatos que não ocorrem nos Estados Unidos.
b) apesar do número crescente de imigrantes oriundos dos países pobres nas décadas finais do século XX, há forte tendência de que, à medida que o processo de globalização for se aprofundando, os atuais países de emigração não forneçam mais mão-de-obra.
c) da mesma forma como atualmente, nos países ricos, há grandes debates em relação aos casos de intolerância contra minorias, discriminação racial e/ou religiosa, são cada vez mais freqüentes as discussões sobre a imigração, que deve ser mais estimulada em futuro próximo.
d) as oportunidades de trabalho buscadas pelos imigrantes dos países pobres tendem a se reduzir à medida que o surgimento de novos pólos econômicos no Sul passem a representar um atrativo capaz de mudar os atuais fluxos migratórios, surgidos no pós-Guerra.
e) embora um grande grupo de países se manifeste no sentido de que a migração seja tratada como um assunto de destaque no âmbito das Nações Unidas, as nações ricas têm controles cada vez mais rígidos em relação à imigração, incluindo a xenofobia.

12) UFPE 2005 - Vem ocorrendo, na Europa, um aumento do número de pessoas que se mudam para trabalhar temporariamente naquele continente. A importação de trabalhadores estrangeiros por alguns países europeus pode ser corretamente justificada pelos seguintes fatores:
1) envelhecimento da população nativa.
2) condições ambientais e climáticas favoráveis.
3) crescimento da economia.
4) estagnação no crescimento populacional.
5) redução do xenofobismo e do terrorismo.
6) desintegração do Império Soviético e Guerra do Afeganistão.
Estão corretas apenas:
a) 1 e 6            b) 1, 3 e 4            c) 3, 4 e 5             d) 2, 4 e 6               e) 1, 2, 3 e 5

13) PUCPR 2005 - De um ponto de vista jurídico, as migrações internacionais podem ser tomadas como os deslocamentos de indivíduos de um Estado para outro, com a mudança do lugar de residência e de estatuto jurídico. Nessa perspectiva, as migrações temporárias (turismo ou migrações ligadas a um trabalho sazonal) não são levadas em conta.
A respeito, julgue as afirmativas a seguir.
I. Na atualidade, o número de refugiados políticos é expressivo, merecendo destacar que a África, a Ásia e a América Latina são as regiões de onde provém a sua grande maioria.
II. No passado, sobretudo ao longo do século XIX, milhões de europeus contribuíram amplamente para a valorização dos territórios desocupados dos "novos países", a exemplo dos Estados Unidos, da Austrália e da Nova Zelândia.
III. O hemisfério Sul é, simultaneamente, fornecedor de mão-de-obra de baixa qualificação e de elevada qualificação, esta última integrando o fenômeno conhecido por "fuga ou evasão de cérebros", do qual fazem parte cientistas, artistas, atletas, especialistas em finanças, entre outros.
IV. As fortes restrições à entrada de mão-de-obra estrangeira na Europa Ocidental, decorrentes da crise econômica dos anos 70, resultaram no fim da imigração, ou seja, em uma "imigração zero".
Assinale, considerando as verdadeiras:
a) apenas I e II        
b) apenas I, II e III    
c) todas            
d) apenas II, III e IV     
e) apenas I, III e IV

14) UFG 2004 - As migrações atuais de trabalhadores oriundos dos países pobres em direção aos países ricos têm como causas
a) a desigual densidade demográfica nos países pobres e a boa qualidade de vida nos paises ricos.
b) o desemprego estrutural nos países pobres e a alta produtividade tecnológica dos países ricos.
c) a competição pelo mercado de trabalho nos países pobres e o aumento do trabalho informal nos países ricos.
d) o crescimento de conflitos sociais, no campo, nos países pobres e a estabilidade econômica nos países ricos.
e) a crise fiscal nos países pobres e o interesse dos países ricos pelos salários baixos do migrante.

15) UFES 2004 - É CORRETO afirmar que "transição demográfica" refere-se ao período de
a) alto crescimento natural, devido à elevação das taxas de natalidade e de mortalidade.
b) baixo crescimento natural, situado entre dois períodos de grande crescimento demográfico.
c) baixo crescimento populacional, devido às baixas taxas de natalidade e de mortalidade.
d) elevado crescimento demográfico, devido à alta das taxas de natalidade e de mortalidade.
e) elevado crescimento natural, situado entre dois estágios de pequeno crescimento demográfico

16) UNIRIO - A partir da Segunda Guerra Mundial, as migrações internacionais passaram por importantes mudanças. Novas correntes migratórias foram surgindo, impulsionadas pelas condições existentes tanto nos países de origem quanto nos países de destino dos migrantes. Nesse quadro, os Estados Unidos foram se firmando como o país que mais recebe imigrantes, o que o obriga a repensar seguidamente sua política imigratória.
A política imigratória em vigor nos Estados Unidos:

a) Coibe a entrada de imigrantes qualificados que disputam empregos no mercado de trabalho, que desde o esgotamento do modelo de desenvolvimento fordista, na década de 1970, está em crise.
b) Atende às necessidades de mão-de-obra das fazendas do sudoeste do país e das atividades terciárias das cidades da Califórnia e controla as levas de clandestinos que entram pela fronteira com o México.
c) Contém os fluxos de imigrantes oriundos dos países do leste europeu e dos países da Ásia, abalados pelos recentes conflitos internos que se originaram por razões étnicas, políticas e territoriais.
d) Estimula a entrada dos "não-documentados", pois estes constituem uma importante parcela de mão-de-obra barata e apta para desempenhar as tarefas que os norte-americanos não estão dispostos a executar.
e) Impede a entrada de clandestinos, acusados de tirar os empregos dos norte-americanos, mas atrai especialistas estrangeiros para atender às necessidades das empresas de alta tecnologia.

17) UFMG - Com relação ao lixo produzido pelas aglomerações urbano-industriais do mundo, é INCORRETO afirmar que
a) a parcela da população urbana pertencente à classe economicamente favorecida, que tem melhores condições de acesso a bens e serviços, produz maior quantidade de lixo "per capita".
b) a reciclagem já é uma realidade em muitos países industrializados, na busca de solução para o destino final do lixo urbano, e constitui um processo que, comumente, reaproveita papel, plástico, metal e vidro.
c) o lixo, de procedência doméstica, hospitalar e industrial, é acumulado a céu aberto em depósitos, chamados lixões, e em aterros sanitários ou, ainda, é incinerado ou reciclado.
d) os hábitos modernos de consumo e o aumento do nível de escolaridade têm provocado a redução do volume de lixo produzido nas sociedades urbano-industriais.

18) PUCRS 2004 Quanto às práticas agrícolas, é correto afirmar que
a) a agricultura itinerante é muito utilizada na Europa e tem como característica fundamental o emprego da tecnologia moderna.
b) a agricultura de jardinagem é praticada em latifúndios na Ásia e caracteriza-se pela utilização de técnicas rudimentares.
c) as empresas agrícolas, encontradas principalmente nos Estados Unidos da América do Norte e União Européia, apresentam alto emprego tecnológico.
d) o sistema de plantations, encontrado em países tropicais, caracteriza-se pela prática da agricultura em pequenas propriedades.
e) as lavouras de subsistência que abastecem de alimentos o mercado brasileiro são praticadas por sojicultores do sul do Brasil que optaram pelo plantio do soja transgênico.

19) PUCMG 2004 - O solo é um importante componente do ecossistema. A utilização do solo para a agricultura, com técnicas de manejo inadequadas, tem alta capacidade de degradá-lo, sendo INCORRETO afirmar a ocorrência de:
a) perda de grande quantidade de solo agricultável com as queimadas e os cultivos em várzeas.
b) aumento da capacidade de armazenamento dos recursos hídricos com a irrigação.
c) compactação do solo e redução da vegetação forrageira nativa com a criação extensiva.
d) aumento da área de desertificação com uso agrícola intensivo por cultivos temporários, sem pousio.

20)  É sob uma "base rural" que vivem cerca de 70% da população da Índia que
a) realizando uma agricultura de trabalho intensivo conseguiu superar grande parte dos problemas de abastecimento e reduzir os subnutridos, a menos de 10% da população.
b) embora vivam no campo exercem atividades urbanas, pois a rápida industrialização e o avanço tecnológico no setor da informática absorve grande número de trabalhadores retirados da agricultura.
c) receberam o impacto da revolução verde, introduzindo técnicas agrícolas para intensificar a produção no campo que sofreu os efeitos destes avanços, agravando os problemas ambientais, como a acidificação do solo.
d) ocupam os altos planaltos da região central do país, desenvolvendo uma agricultura comercial de "plantation", herança da época de dominação inglesa, em seu território.
e) enfrentam sérios conflitos no campo, pois grande parte da massa camponesa reivindica reformas estruturais, inclusive reforma agrária, para diminuir os problemas sociais que sofrem.

21)  A biotecnologia compreende o desenvolvimento de técnicas voltadas para a adaptação ou o aprimoramento de características dos organismos animais e vegetais, visando ao aumento da produção. Há várias décadas, seu desenvolvimento vem proporcionando benefícios socioeconômicos e ambientais nas regiões agrícolas.
Entre esses benefícios temos, EXCETO:
a) cultivar plantas de clima temperado, como a soja, o trigo e a uva, em regiões de clima tropical;
b) acelerar o ritmo de crescimento das plantas e a engorda dos animais;
c) aumentar o teor de proteínas, vitaminas e sais minerais em algumas frutas, verduras e cereais;
d) aumentar o intervalo de tempo entre o amadurecimento e a deterioração das frutas;
e) transferir cultivos de cereais para ambientes criados artificialmente em estufas.

22)  O terraceamento e o plantio em curvas de nível são exemplos de práticas de conservação do solo.
Marque a alternativa que indica corretamente as suas principais finalidades.
a) Reduzir a erosão e incrementar a infiltração da água no solo.
b) Diminuir a infiltração da água no solo e ampliar o escoamento superficial.
c) Aumentar a evapotranspiração e reduzir a infiltração da água no solo.
d) Combater a infiltração da água no solo e incrementar a evapotranspiração.
e) Preservar a vegetação natural e aumentar o escoamento superficial das águas.


RESPOSTAS
  
1)  E           2) VFFFF              3) A                    4)  D               5)  V V V V V

  
6) D           7) 10 B                  8)  11 D               9) C               10) B            11) E 

12) B          13) B                    14) B                  15) E               16) E            17) D

18) C          19) B                    20) C                  21) E              22) A


01. ( UFS 2001). Analise as afirmativas sobre a população mundial que atingiu, em 1999, a marca dos 6 bilhões de habitantes.


00- Está concentrada, principalmente na faixa intertropical porque é nesta área que está situada a maior parte dos países subdesenvolvidos.
11- Em inúmeros países, há uma forte relação entre o forte crescimento demográfico e os elevados níveis de pobreza e subnutrição.
22- De modo geral, as pirâmides etárias dos países africanos apresentam aspecto semelhante: bases estreitas devido á mortalidade infantil e ápices largos devido á baixa esperança de vida.
33- Nos países que estão na fase denominada pós-industrial predomina a população com atividade
econômica no setor terciário.
44 - Os mais importantes movimentos emigratórios ocorrem nas áreas onde a xenofobia está mais presente


2-No que se refere às regiões de alta concentração demográfica existentes em vários países do mundo podemos afirmar:

00-As altas densidades são características dos países subdesenvolvidos;
11- resultam, de condições naturais adversas;
22- podem ser subpovoadas ou superpovoadas, ambas com economia esclerosada e desacelerada;
33- ocorrem em regiões agrícolas e industriais ;
44- As altas densidades podem ser atribuídas às atividades econômicas e fatos históricos.



3-Esta questão diz respeito à distribuição populacional assim, marque V ou F:


00- A distribuição espacial da população é comandada exclusivamente por fatores naturais.
11- As áreas de repulsão, aquelas que impelem os homens a se deslocarem para outras áreas, são chamadas de atração.
22- Nem todos os países populosos da Eurásia são bem povoados.
33- Tem ocorrido, no Brasil, nas últimas três décadas, uma considerável diminuição da população urbana.
44- O fluxo de migrantes da Região Nordeste do Brasil não poder atribuído exclusivamente a fatores climáticos.


4-"A exemplo da teoria malthusiana, a teoria neomalthusiana também propõe o controle da natalidade. A teoria neomalthusiana apareceu com grande vigor após a Segunda Guerra Mundial, como decorrência da necessidade de uma resposta às inquietações de um mundo dividido em países ricos e países pobres”.(Melhem Adas - Panorama Geográfico do Brasil) 


Dentre as opções a seguir, marque como verdadeiras aquelas que apontam argumentos neomalthusianos:


00- A situação de pobreza de muitos países é a principal causa do grande crescimento demográfico.
11- A adequação dos fatores de produção à realidade demográfica só é possível a partir de profundas reformas econômicas e sociais.
22- O crescimento demográfico acelerado dificulta o desenvolvimento econômico.
33- A população sendo numerosa e os investimentos produtivos sendo modestos, a renda per Capita (da população) torna-se baixa e o país não se desenvolve.
44- As grandes taxas de natalidade formam uma população jovem numerosa, o que exige grandes investimentos em escolas e hospitais, sacrificando os escassos recursos de capitais de vários Países.


5-Com relação ao tema distribuição da população, podemos afirmar que:

00- as atividades industriais e de prestação de serviços geralmente acarretam grandes concentrações populacionais.
11- as áreas de agricultura mecanizada e de pecuária extensiva apresentam pequena concentração e baixa densidade demográfica.
22- as áreas de agricultura executada por empresas rurais costumam apresentar densidades demográficas mais baixas.
33- a distribuição da população por continentes e países mostra contrastes muito acentuados.
44- as áreas de povoamento mais antigas costumam ser mais habitadas que as de povoamento mais recente.



6-Leia com atenção o texto a seguir: 
Em escala mundial, a situação de subdesenvolvimento, definida pelos seus caracteres essenciais, apresenta, a despeito de sua extensão, uma homogeneidade flagrante. Este caráter não exclui a diversidade de situações dos diferentes Estados. Em cada um deles se reencontram os traços fundamentais do subdesenvolvimento...(Yves Lacoste)


Marque como verdadeiras as opções que mostram “esses traços fundamentais” referidos pelo geógrafo francês?


00- A maior parte da população economicamente ativa se dedica às atividades do Setor Secundário da economia.
11- Um crescimento demográfico relativamente rápido e um crescimento econômico relativamente lento.
22- O predomínio dos climas semi-áridos e desérticos que impedem as atividades agrícolas.
33- Os países subdesenvolvidos que têm rendas nacionais mais elevadas são aqueles cujas economias estão em maior dependência do estrangeiro.
44- A população concentra-se de forma exagerada nas áreas litorâneas.


7-Esta questão refere-se a alguns aspectos gerais da ocupação e povoamento da América Latina.

00- Durante a colonização, os países latino-americanos tiveram as suas riquezas exploradas para atender aos interesses do comércio europeu.
11- A conquista e a produção do espaço na chamada América Latina pelos espanhóis e portugueses desestruturaram o sistema produtivo das civilizações pré-colombianas.
22- O crescimento vegetativo da população latino-americana é, de uma maneira geral, muito baixo, pois as taxas de mortalidade infantil são elevadíssimas.
33- Desde o início da colonização da América Latina, as áreas com maior potencial para a extração mineral e para a produção agropecuária foram atraindo população.
44- A distribuição da população latino-americana pelo espaço regional é muito desigual, em face da conjugação dos seguintes fatores: naturais, históricos e econômicos.


8-Sobre o tema “migrações da população”, podemos afirmar que:


00- Os movimentos migratórios não são aleatórios, mas decorrentes de condições econômicas, políticas e até naturais. 
11- As migrações podem ser classificadas quanto ao tempo de duração e quanto ao espaço de deslocamento.
22- As migrações sazonais são aquelas que se verificam diariamente entre duas cidades que compõem uma determinada Região Metropolitana.
33- A Ásia e a Europa foram, durante muito tempo, as áreas de emigração ou de repulsão populacional.
44- As migrações não contribuem para o processo de miscigenação étnica da população


9-Sobre o tema distribuição da população, marque V ou F:

00- O Sudeste Asiático e o norte Africano apresentam vazios demográficos 
11- A concentração demográfica no nordeste dos EUA pode ser atribuída a fatores históricos e econômicos.
22- A planície do Ganges na Índia é apontada como um formigueiro humano 
33- O leste Russo apresenta-se densamente povoado
44- O Japão pode ser definido como um país povoado e populoso



10-O mundo atual, graças a uma melhor nutrição e cuidados médicos, mais bebês sobrevivem aos primeiros anos de vida, e a pessoas vivem mais. Embora essas sejam boas notícias, são também uma das principais causas do crescimento populacional acelerado. A população mundial, atualmente cerca de 5,2 bilhões de pessoas, cresce por volta de 90 milhões ao ano. É esperado que ela exceda a casa dos 6 bilhões antes do ano 2000 e chegue a 10 bilhões em 2025, a não ser que o controle da natalidade seja adotado de forma radical.
(Adaptado de “Manual Global de Ecologia”, ed. Augustus, 1993).


Analise as sentenças a seguir:
00- O rápido crescimento populacional é, freqüentemente, acompanhado da degradação do meio ambiente.
11- Países com elevados índices de crescimento populacional apresentam, em geral, baixos índices de qualidade de vida.
22- Países pobres e ricos apresentam crescimento populacional, embora as populações dos países industrializados estejam crescendo mais lentamente do que as dos países subdesenvolvidos.
33- Quando o crescimento populacional ultrapassa o crescimento econômico, a diminuição da renda per capita e do padrão de vida pode levar a graves conflitos sociais.
44- Superpopulação pode implicar no aumento da taxa de criminalidade e, em muitos locais, agrava as discordâncias étnicas.

  
Gabarito:


01- F-V-F-V-F
02- F-V-F-V-V
03- F-F-V-F-V
04- F--F-V-V-V
05- V-V-V-V-V
06 -F-V-F-V-F
07 -V-V-F-V-V
08 -V-V-F-V-F
09 -F-V-V-F-V
10 -V-V-V-V-V




Clique aqui e você encontrará questões de vestibular de anos anteriores, todos com questões de GEOGRAFIA.
Nesta página os temas são relativos aos  POVOS EM MOVIMENTO.  

Show de bola estes exercícios para revisão dos conteúdos!
Beijos e... ótimos estudos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário